Recarga de carro elétrico em condomínio - porquê é uma boa opção?

share on facebookshare on likedin
07/07/2020

Carregar um carro elétrico periodicamente já é rotina para as pessoas de alguns lugares do mundo, principalmente da Europa e dos Estados Unidos.

No Brasil, por outro lado, o mercado de carros elétricos está em ascendência e as estruturas para recarga estão começando a se apresentar.

Assim, é importante aprender com mercados mais evoluídos neste aspecto. Um destes aprendizados, sem dúvida, é que a recarga em casa ou em condomínio é uma opção querida para os motoristas.

Este fato é muito conectado com o de que, em média, os carros passam cerca de 90% do tempo estacionados. Grande parte destes 90% é na garagem de casa. Além disso, segundo uma pesquisa feita pela New Motion em 2020, 77% dos motoristas contam com carregador em casa.

Consequentemente, países com frotas maiores de carros elétricos, atentos a este fato, já disponibilizam a mencionada recarga em casa.

Trata-se de uma iniciativa não apenas de construtoras e condomínios já construídos, mas também das montadoras. Algumas delas fornecem carregadores compatíveis com a recarga em casa no momento da compra do carro elétrico.

Voltando a falar do Brasil, esta tendência é observada aqui de duas formas, principalmente.

A primeira delas seria por parte das construtoras, em edifícios novos.

Destacadamente em São Paulo, existe a iniciativa de construtoras para, desde o projeto dos prédios, incluir nas garagens pontos de recarga para carros elétricos.

O movimento se dá com base na evolução do mercado de carros elétricos. Exemplo disso está em análise feita pela Voltbras sobre os dados da ANFAVEA, segundo a qual o Brasil apresentou um aumento de 150% no licenciamento de carros elétricos entre os anos de 2018 e 2019. Assim, é seguro para as construtoras dizer que esta será uma demanda nos prédios. Desta forma, as construtoras que se atentam para este fato mostram, além de inovação, um diferencial comercial.

A segunda forma pela qual observamos crescer o carregamento de elétricos em casa é por meio de condomínios já existentes.

No entanto, nestes condomínios, já não se trata mais de um movimento para acompanhar uma crescente no mercado de carros elétricos, mas sim, um movimento para responder aos condôminos que adquiriram estes veículos e agora desejam fazer a recarga em casa.

Sem dúvida, este segundo caso normalmente apresenta mais entraves, pois apenas condomínios novos estão preparados para receber carregadores em sua garagem ou em outras áreas compartilhadas entre moradores.

Neste ponto é comum o condomínio encontrar um impasse: investir em carregadores individuais para vagas de garagem existentes representa um grande custo em infraestrutura, por outro lado, ao inserir carregadores compartilhados há a preocupação com o rateio da energia consumida, haja vista que, em vagas compartilhadas, o carregador está conectado à energia comum do condomínio.

Um passo para avançar é convocar assembleias de condomínio discutindo este ponto, mas muitas vezes nem assim é alcançado um consenso que faça sentido tanto para donos de carro elétrico quanto para donos de carros à combustão.

Enquanto esse processo acontece, e há relatos de síndicos que dizem estar trabalhando nisso durante vários meses, condôminos donos de carros elétricos deixam de aproveitar a comodidade de carregar em casa.

Uma solução que se verifica neste contexto é a de trabalhar com carregadores equipados com inteligência de gestão.

Na prática, isto significa que pode haver um carregador em uma vaga compartilhada num determinado condomínio e que, a partir da inteligência e gestão, é possível informar ao síndico qual morador recarregou seu veículo e qual foi a energia consumida, garantindo que a cobrança da energia seja feita apenas para quem efetivamente consumiu.

Esta opção reduz significativamente os gastos com infraestrutura, além de permitir que o condomínio solucione a demanda dos moradores donos de carros elétricos.

De forma geral, a recarga em condomínio ou em casa confere um maior conforto ao motorista.

É economizado o tempo de deslocamento até um carregador, visto que o carro elétrico já está na garagem de casa. A única coisa que precisa fazer é ir até a garagem e plugar o carro ao carregador.

Além disso, o motorista faz um bom uso das suas horas de pernoite, tendo em vista que, ao acordar, terá seu carro elétrico carregado e pronto para seguir sua rotina, sem a preocupação de fazer alguma pausa a mais somente para fins de recarga.

Por fim, sabemos que, na atualidade, fazer as coisas de casa é uma prioridade para grande parte da população, principalmente a que vive em grandes centros urbanos.

O home office e os serviços de delivery das mais diversas compras são prova disso. Ademais, após a pandemia do Corona vírus, o mundo todo parece ter concordado que não há lugar mais seguro do que dentro de casa.

O uso do carro elétrico não destoa neste cenário. As pessoas têm buscado por mais comodidade e menos obrigatoriedade de deslocamento em tudo o que fazem. Logo, é natural o desejo de poder “abastecer” o carro em casa. Para os motoristas de carro elétrico, este é um objetivo que pode ser atingido.

A Voltbras acredita que é possível facilitar a experiência de recarga de todos os motoristas de carro elétrico, por isso, atua desde os condomínios até as eletrovias. Saiba mais aqui.

Ficou interessado?

Tire dúvidas e realize cotações pelo formulário abaixo, ou nos envie um email.

Assunto